Aeroporto de Brasília constrói unidade para produção de energia elétrica

Placas fotovoltaicas produzirão energia limpa para consumo do terminal aéreo

A concessionária Inframerica anunciou que o Aeroporto de Brasília está na fase final da construção de uma unidade de usina fotovoltaica para produção de energia de fonte solar que servirá para abastecer parte do consumo do terminal aéreo. As obras tiveram início em janeiro deste ano e a usina deverá começar a operar em julho. Mesmo com a pandemia, o planejamento e a execução do projeto seguiu com o objetivo de reduzir a pegada de carbono da operação aeroportuária com a inclusão desta nova fonte de energia limpa. A empresa dedicou uma área de 18,3 mil metros quadrados para o empreendimento, próximo ao acesso ao aeroporto. Espera-se que os 3.360 módulos fotovoltaicos produzam por ano 2 milhões kWp de energia, que suprirá 7% da demanda do terminal, carga esta que seria suficiente para abastecer 1.462 casas populares.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn