Aeroporto de Florianópolis passa a operar malha aérea essencial

Terminal registra cinco pousos e decolagens por dia, um movimento 87,5% menor do que a média para o período, que é de 80 voos diários

Com a implementação da malha aérea essencial, o Aeroporto de Florianópolis passou a ter cinco pousos e decolagens por dia, um movimento 87,5% menor do que a média para o período, que é de 80 voos diários. As companhias aéreas Azul, Gol e LATAM continuam operando no terminal, mas apenas para São Paulo, com voos majoritariamente para os aeroportos de Guarulhos e Viracopos. As operações internacionais, que neste período do ano costumam ser para a Argentina, também estão suspensas. O dia de maior movimento no Aeroporto de Florianópolis será a segunda-feira. Aos sábados e domingos, o terminal registrará apenas dois pousos e decolagens. O objetivo da ANAC com a malha aérea essencial é garantir que nenhum estado brasileiro fique sem conexão aérea, durante a pandemia do COVID-19. Além das capitais dos 26 estados e o Distrito Federal, outras 19 cidades do país serão atendidas. A região com maior movimento é o Sudeste, com 723 frequências semanais. A região Sul fica em segundo lugar, com 155 voos por semana. No total, serão operados 1.241 voos por semana no país, um volume 91,61% menor para o período. A malha aérea essencial pode sofrer alterações pontuais, de acordo com as demandas. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn