Aeroportos da Infraero registram aumento no movimento de cargas

Bom desempenho foi contabilizado nos tecas de Vitória, Londrina e Cuiabá

A Infraero informou que o terminal de logística de carga do Aeroporto de Vitória/Eurico de Aguiar Salles/ES encerrou 2018 com números positivos. No período, o terminal processou 3.789,5 toneladas ante as 3.541,4 toneladas registradas no ano anterior, um aumento de cerca de 7%. O maior volume de cargas armazenadas ficou por conta do setor de importação, com 3.745,3 toneladas, alta de mais de 5% em relação às 3.496,2 toneladas recebidas no complexo logístico capixaba em 2017. Outro Teca que demonstrou bom desempenho foi o do Aeroporto de Londrina/Governador José Richa/PR, que registrou alta de 35% na movimentação de volumes em 2018 em comparação ao ano anterior. Foram movimentadas 2.277 toneladas em produtos enquanto que no mesmo período em 2017, foram 1.493,7 toneladas. Os principais itens recebidos pelo complexo logístico paranaense no ano passado foram peles bovinas, máquinas para indústria, empilhadeiras e artigos para festa provenientes, principalmente, de países como Estados Unidos, China e Itália. O Teca do Aeroporto de Cuiabá/Várzea Grande/Marechal Rondon/MT também encerrou 2018 com alta na movimentação de volumes. O crescimento registrado foi 60% superior em relação ao ano anterior. Foram 100,3 toneladas ante as 60,2 toneladas contabilizadas no ano anterior. O destaque foi o setor de importações, responsável por mais de 90% das cargas processadas, com 98,4 toneladas. Os principais volumes importados no período a partir do Teca cuiabano foram aeronaves agrícolas, equipamentos de pesquisa, peças de aeronaves e industriais. A maior parte desse material foi recebida da América do Norte. 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn