Aeroportos da Infraero superam meta do Governo em todos os trimestres de 2019

As notas da avaliação variam numa escala de 1,0 e 5,0, sendo 4,0 a meta mínima

Pela primeira vez desde que a pesquisa de satisfação do passageiro começou a ser feita em 2016, os aeroportos da Infraero que integram o levantamento finalizaram o ano com pelo menos nota 4,0, nos quatro trimestres pesquisados ao longo de 2019. As notas da avaliação variam numa escala de 1,0 e 5,0, sendo 4,0 a meta mínima do Governo Federal. Dentre os aeroportos da estatal pesquisados, estão quatro terminais que foram leiloados em março do ano passado e transferidos, ou em processo de transferência, para operadores privados: Cuiabá/MT, Vitória/ES, Maceió/AL e Recife/PE. O resultado reflete o compromisso da empresa em realizar a transição para novos gestores com dedicação e profissionalismo, mantendo os melhores níveis na prestação de serviços aos passageiros. Outros três aeroportos, que constam na pesquisa, encabeçarão os blocos de concessão que devem ser leiloados até o final do ano: Curitiba, Goiânia e Manaus, com notas 4,75, 4,54 e 4,49, respectivamente. Os outros três terminais da Infraero que constam na rede são Congonhas (4,36), Santos Dumont (4,40) e Belém (4,26). Esses devem ser os cabeças de bloco da última rodada de concessões de aeroportos da União. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn