Brasileira CCR e francesa Vinci levam 22 aeroportos; governo arrecada R$ 3,3 bilhões

O grupo brasileiro CCR e a empresa francesa Vinci Airports foram os vencedores do leilão de aeroportos realizado nesta quarta-feira (07/04). Eles vão administrar 22 aeroportos brasileiros pelos próximos 30 anos e terão de investir R$ 6,1 bilhões nesses ativos ao longo do tempo de contrato de concessão. Os terminais leiloados eram administrados pela Infraero.

Os vencedores também se comprometeram a pagar R$ 3,3 bilhões em outorga à vista à União, com ágio médio de 3.822% em relação aos lances mínimos exigidos pelo governo, que somavam R$ 186,2 milhões.

O Grupo CCR foi o grande vencedor, ao levar dois dos três blocos de aeroportos. Os blocos arrematados pelo grupo eram o de maior potencial turístico. A CCR vai administrar nove terminais localizados na região Sul, incluindo o aeroporto de Curitiba, o mais cobiçado do certame, e seis no Centro-Oeste e Nordeste, sendo o de Goiânia o principal.

Já a francesa Vinci, que já administra o aeroporto de Salvador, foi a vencedora do bloco Norte, formado por sete aeroportos usados, principalmente, para o transporte de cargas. O principal é o de Manaus.

Juntos, os aeroportos concedidos nesta quarta respondem por 11% dos passageiros do mercado brasileiro de transporte aéreo. Em 2019, foram 23,9 milhões de embarques e desembarques pelos terminais, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Bloco Sul: A Companhia de Participações em Concessões, do Grupo CCR pagará à União R$ 2,128 bilhões pelos aeroportos de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Londrina/ (PR), Bacacheri em Curitiba (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS).

Bloco Central: A Companhia de Participações em Concessões, do Grupo CCR pagará à União R$ 754 milhões pelos aeroportos de Goiânia (GO), Palmas (TO), São Luís (MA), Imperatriz (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE).

Bloco Norte: A Vinci Airports pagará à União R$ 420 milhões pelos aeroportos de Manaus (AM), Tabatinga (AM), Tefé (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), e Boa Vista (RR).

Foto: Divulgação

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn