Indra completa primeiro teste para gerir três aeroportos de forma simultânea

Simulação representa o primeiro passo para uma torre remota capaz de melhorar a mobilidade

A companhia de tecnologia e consultoria, sua filial Indra Navia e a AVINOR (fornecedora de serviços de navegação aérea da Noruega) completaram com sucesso o primeiro exercício de simulação do programa SESAR 2020, com o objetivo de testar uma tecnologia que permitirá gerir vários aeroportos de forma remota a partir de uma posição única de controle de tráfego. O novo exercício representa um importante avanço para o setor, já que ao gerenciar múltiplos terminais será possível responder de maneira mais assertiva aos objetivos de negócio dos operadores e agregar maior eficiência operacional, reduzindo custos. Na prática, o teste foi realizado da seguinte forma: três controladores com grande experiência foram expostos a três cenários diferentes com crescente tráfego e complexidade. Após os exercícios, foram feitas entrevistas com eles a fim de tentar entender aspectos como a consciência situacional, diferentes fatores humanos, carga de trabalho recebida, limitações operacionais, viabilidade e ferramentas para conseguir maior capacidade de análise, etc. Tudo isso feito com a nova ferramenta de planejamento e gestão da Indra, capaz de apresentar ao controlador uma linha de tempo que permite a visualização de forma gráfica e intuitiva dos voos pendentes, de acordo com as informações de saídas e chegadas disponíveis. Além disso, a plataforma de testes, baseada em sistemas de gestão de tráfego aéreo da empresa, facilitou uma recriação completamente integrada do entorno de torre em 3D do tráfego nos aeroportos noruegueses de Røst, Haugesund e Bodø. Toda informação relevante e os controles foram desenvolvidos pela InNOVA, a posição de controlador aéreo que também desenvolveu a informação radar, meteorológica, monitoramento e controle do aeroporto e etiquetas de voo ou flight strips para os três aeródromos. A plataforma de validação também dispôs de outras ferramentas, como o sistema de comunicações de voz para operações aéreas. O teste de validação agregou informação e resultados de grande valor, que servem de base para abordar o seguinte nível de maturidade e materializar o conceito de gestão remota de vários aeroportos de forma simultânea. Os resultados iniciais claramente indicam que é possível realizá-la. O Programa de Torres Remotas da AVINOR contempla o desenvolvimento desta tecnologia para gerir 15 aeroportos a partir de um único Centro de Torre Remota. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn