Infraero dá continuidade a nova política de mercado com licitações do complexo logístico de Joinville

  • Aeroportos
  • Notícias
  • Infraero dá continuidade a nova política de mercado com licitações do complexo logístico de Joinville

Concessão envolverá uma área total de 105.730 m² com preço básico inicial e preço mínimo mensal de R$ 500 mil

Dando continuidade à consolidação de seu novo posicionamento estratégico na área de soluções logísticas, a Infraero publicou no Diário Oficial da União (DOU), o edital de licitação para a operação e exploração comercial do terminal de logística de carga do Aeroporto de Joinville/Lauro Carneiro de Loyola/SC. A licitação tem abertura prevista para 14 de agosto próximo. A concessão envolverá uma área total de 105.730 m², com preço básico inicial e preço mínimo mensal de R$ 500 mil, com investimentos vinculados de R$ 47,9 milhões e prazo contratual de 25 anos. O Teca de Joinville foi inaugurado em dezembro de 1974 e conta com uma área atual de 2.627 m². A maior parte das cargas é proveniente e também tem como destino Alemanha, Itália, China e Estados Unidos. Os setores metal-mecânico, de fármacos, equipamentos médicos hospitalares e equipamentos automotivos são os carros-chefes da carga movimentada pelo complexo logístico. Entre janeiro e maio de 2017, o complexo movimentou 841,8 toneladas. Além de Joinville, está em planejamento a concessão das operações do Teca do Aeroporto de Manaus/Eduardo Gomes/AM. Em Manaus, será concedida área de 49.382,53 m², com preço básico inicial de R$ 3 milhões e preço mínimo mensal de R$ 2,7 milhões, com prazo contratual de dez anos. O lançamento do edital está previsto para este semestre.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn