Infraero investe no Aeroporto de Campo Grande visando recuperação do mercado

Empresa deu continuidade ou mesmo tem acelerado o ritmo de obras consideradas essenciais para a segurança das operações em 19 terminais em todas as regiões do País

Diante do impacto na economia causado pela pandemia do novo COVID-19), a Infraero tem investido em medidas para mitigar tais efeitos e contribuir com a recuperação do setor de aviação civil, ao final do período de isolamento social. Dessa forma, a empresa deu continuidade ou mesmo tem acelerado o ritmo de obras consideradas essenciais para a segurança das operações em 19 terminais em todas as regiões do País. Uma delas é a de reforma, ampliação e modernização do terminal de passageiros do Aeroporto de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Com investimento de 39,9 milhões e geração de mais de 2 mil empregos diretos e indiretos, os trabalhos foram iniciados em outubro do ano passado e seguem conforme o cronograma previsto, com prazo de conclusão para o primeiro semestre do ano que vem. A nova área administrativa já foi concluída e neste momento, os trabalhos estão voltados para execução de pilares em concreto para ampliação do novo terminal. Ao fim das obras o espaço estará 65% maior e a sala de embarque será ampliada em 263%. Haverá aumento também do saguão e áreas comerciais. A capacidade do terminal praticamente dobrará, passando dos atuais 2,5 milhões de passageiros por ano para 4,5 milhões. E para garantir mais fluidez aos viajantes, serão instalados mais três balcões de check-in e mais dois equipamentos de raio-x. A climatização do terminal também está sendo modernizada, assim como os sanitários. O terminal contará ainda com projetos de sustentabilidade através do reaproveitamento da água da chuva e do sistema de climatização. O aeroporto continua funcionando e adotou todos os protocolos de higienização e segurança de passageiros e funcionários. Além disso, a Infraero intensificou a limpeza do aeroporto e ampliou a oferta de itens de higiene. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn