Infraero marca presença no Seminário Internacional BIM

Evento tem o objetivo de discutir a utilização da metodologia para o desenvolvimento e a operação de empreendimentos públicos

A Infraero será uma das conferencistas no Seminário Internacional BIM: Uma agenda para o Brasil, que acontece no próximo 6 de novembro, das 8h às 17h, no Teatro Hotel Jaraguá, em São Paulo/SP. O evento tem o objetivo de discutir a utilização da metodologia BIM para o desenvolvimento e a operação de empreendimentos públicos. Na ocasião, a estatal vai compor o painel temático de apresentação de cases sobre a utilização do método através do projeto Aeroporto Digital de Londrina, implantado neste ano, que consiste num ambiente comum de dados em modelo digital 3D de todo o terminal paranaense. A iniciativa conta ainda com integração do modelo BIM com o Sistema de Informações Geográficas (SIG), desenvolvido em uma base de integração para compartilhar dados dinamicamente e permitir a compreensão de todo o aeroporto por todas as partes relacionadas, eliminando dados redundantes e melhorando eficiência operacional. O projeto da Infraero prevê uma economia anual de até R$ 540 mil para o aeroporto londrinense por meio da diminuição dos custos de cadastramento, projeto e manutenção, do aprimoramento da operação aeroportuária, da gestão de informações e do aumento da rentabilidade comercial, além da diminuição de paradas de equipamentos e agilidade em processos fundiários que terão os cálculos efetuados após a conclusão do projeto. BIM (do inglês Building Information Modeling), ou Modelagem da Informação da Construção, é um conjunto de tecnologias e processos integrados, que permite a criação, a utilização e a atualização de modelos digitais de uma construção, de modo colaborativo, de forma a servir a todos os participantes do empreendimento durante todo o ciclo de vida do ativo. Trata-se de um facilitador estratégico para melhor tomada de decisão tanto para edificações, quanto para empreendimentos de infraestrutura. Pode ser aplicado a novos projetos de construção, e fundamentalmente, o BIM pode ser utilizado para reformas e manutenção do ambiente construído, a maior parte do setor público. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn