Investimentos, obras e novos negócios marcam ações da Infraero no ano

Mudanças melhoraram a qualidade e o conforto dos passageiros que utilizam os terminais, além de manter o nível de segurança operacional nos aeroportos da rede

Em breve retrospectiva, a Infraero apresentou algumas das principais ações, entregas e trabalhos realizados ao longo do ano de 2019. Os investimentos realizados melhoraram a qualidade e o conforto dos passageiros que utilizam os terminais, além de manter o nível de segurança operacional nos aeroportos da rede. Além de obras, a estatal também prestou serviços para aeródromos públicos regionais e aeroportos privados. Entre as principais obras do ano estão a reforma da pista do Aeroporto Santos Dumont; a entrega dos novos terminais de Macapá/AP e Macaé/RJ, e a conclusão do terminal de Foz do Iguaçu, prevista para o início de 2020. Também foram realizados investimentos em Congonhas/SP, Belém/PA, Curitiba/PR, Imperatriz/MA, Uberlândia e Uberaba, em Minas Gerais, entre outros. Durante o ano, a Infraero foi contratada para realizar consultorias, prestação de serviços e elaboração de projetos para atender aeroportos regionais do País. A empresa fez a medição de atrito e macrotextura em três aeródromos de Rondônia (Cacoal, Ji-Paraná e Vilhena); elaborou o projeto básico para a pista de pouso do terminal municipal de Ariquemes/RO e projetos para Caçador/SC, Araguaína/TO, São Borja/RS, Maringá/PR e Sorriso/MT. A Infraero também passou a ser responsável pela gestão aeroportuária de terminais regionais como Divinópolis/MG, Botelho/DF e Parnaíba/PI. Além desses, também administra o aeródromo de Correia Pinto/SC. As ações fazem parte do planejamento estratégico que tratam do reposicionamento da empresa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn