MAP perde parte dos slots no Aeroporto de Congonhas

Decisão da ANAC considerou a falta de operação em horários alocados para a empresa

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Aviação Civil decidiu pela retirada de seis slots (horários de pouso e decolagens) da empresa regional MAP no Aeroporto de Congonhas/SP. Os espaços retirados são relativos a temporada que vai de outubro a março de 2021. Em votação unânime, os diretores confirmaram a posição da área técnica, que aplicou os critérios de pelo menos 90% de regularidade no uso dos horários, conforme previsto na Resolução nº 338/2014. Os slots retornam para o banco da ANAC e serão alocados posteriormente. Em agosto de 2019, a MAP foi uma das empresas contempladas pela redistribuição dos horários da companhia Avianca no terminal paulista, passando a obter o direito de operar 12 horários de pousos e decolagens. Foto: Gabriel Gimenez

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn