Tarifas aeroportuárias da Infraero são atualizadas

Reajuste entra em vigor 30 dias após divulgação

Os tetos das tarifas aeroportuárias dos aeroportos públicos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) foram reajustados pela Portaria nº 103/SRA, conforme dispõe a Resolução nº 350/2014. Contudo, as novas tarifas poderão ser praticadas somente 30 dias após a divulgação pelo operador. Os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros e de pouso e permanência de aeronaves foram reajustados em 5,3941%. Os tetos das tarifas de armazenagem e capatazia de cargas foram reajustados em 3,7456%. O reajuste foi aplicado sobre os tetos estabelecidos pela Portaria nº 83/SRA, considerando a inflação acumulada entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, medida pela variação do IPCA e o fator de compartilhamento de variações esperadas de produtividade (Fator X), no caso das tarifas de embarque, conexão, pouso e permanência. Com o presente reajuste, a tarifa máxima de embarque doméstico a ser paga pelos passageiros passará de R$ 31,27 para R$ 32,95 e a tarifa máxima de embarque internacional, por sua vez, passará de R$ 112,83 para R$ 115,82, valores esses que já incluem o Adicional do FNAC de US$ 18,00, criado pela Lei nº 9.825/99 e que atualmente corresponde a R$ 57,47, conforme estabelecido pela Portaria ANAC n° 8/SRA/2018. Mais informações no portal www.anac.gov.br. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn