Voos com destino aos EUA têm inspeção de segurança reforçada

Pertences dos passageiros poderão ser revistados na porta da aeronave

Os voos com destino aos Estados Unidos passaram a ter a segurança reforçada a partir de agora com a ampliação da inspeção pelas companhias aéreas, dos pertences dos passageiros na porta da aeronave. Essa revista, que já ocorria anteriormente, está sendo intensificada e terá como foco a verificação mais rigorosa de aparelhos eletrônicos. A medida foi adotada após exigência da Transportion Security Administration (TSA), autoridade de aviação civil para assuntos relativos à segurança dos transportes contra atos de interferência ilícita de terceiros dos EUA, para que os operadores aéreos do mundo inteiro, ampliem as medidas adicionais de segurança aos passageiros nos voos com destino ao país. Os passageiros que recusarem a inspeção de segurança em seus pertences podem ser impedidos de embarcar nos voos para os Estados Unidos. Os operadores aéreos foram informados antecipadamente sobre a entrada em vigor desse reforço de segurança, com o intuito de planejarem a execução desses procedimentos de forma a minimizar eventual impacto na pontualidade dos voos. Essa não é uma medida estabelecida pela Agência Nacional de Aviação Civil, a quem cabe instituir normas de segurança a serem observadas nos aeroportos situados em solo brasileiro. Entretanto, autoridades de outros países podem impor exigências e condicionantes para operadoras aéreas que realizem voos com destino aos seus territórios nacionais, desde que não violem a legislação brasileira. Mais informações no portal www.anac.gov.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn