A demanda por passagens aéreas não decolou no verão no Paraguai

 

A alta temporada de verão não foi tão benéfica para a Latam se recuperar nas vendas de passagens no Paraguai, o que é evidenciado por seu nível de atividade operacional que mal chega a 30% desde que os voos de Assunção foram reiniciados, segundo informou esta companhia aérea.

Luis Galeano, Gerente de Operações desta empresa no Paraguai, indicou que a Latam ainda enfrenta problemas para normalizar seus voos, devido à falta de demanda por passagens aéreas.

O problema da falta de procura de passagens parece ser evidente em toda a região, já que há poucos dias a Latam Airlines anunciou que suspenderá temporariamente sua rota entre Lima (Peru) e Orlando (Estados Unidos). A Avianca, também anunciou a suspensão dos voos entre Assunção e Bogotá a partir deste 1º de março, devido às restrições causadas pela Covid-19, conforme anunciado.

Enquanto isso, a Gol adiou pela quarta vez o reinício de suas operações entre Assunção e São Paulo, que só seriam retomadas em 5 de julho deste ano.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn