ABEAR lança estudo inédito sobre os efeitos econômicos da aviação

Levantamento segue modelo internacional que revela o potencial de multiplicação de benefícios da atividade por toda a sociedade

Uma contribuição total de R$ 312 bilhões à economia do país em 2015, equivalente a 3,1% do valor da produção nacional, amparando o emprego de quase 6,5 milhões de trabalhadores, o pagamento de R$ 25,5 bilhões em salários e a arrecadação de quase R$ 60 bilhões em impostos. Estes grandes números nacionais e os correspondentes a cada unidade federativa do país, inéditos até hoje, estão na publicação Voar Por Mais Brasil – Os Benefícios da Aviação nos Estados, lançada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). Utilizando metodologia consagrada e dados de fontes públicas nacionais, como IBGE e ANAC, o levantamento segue modelo internacional que revela o potencial de multiplicação de benefícios da atividade por toda a sociedade em termos de produção econômica, geração de empregos, pagamento de salários e arrecadação de impostos. A públicação une os resultados da apuração econométrica realizada pela consultoria GO Associados a análises feitas pela ABEAR, permitindo a compreensão das condições de cada estado que facilitam ou dificultam o avanço do transporte aéreo. Para cada um deles são apresentados os efeitos diretos (produção do transporte aéreo de passageiros e cargas) e indiretos (demanda por produtos e serviços dos fornecedores da aviação), o efeito renda (consumo dos trabalhadores do setor) e o efeito catalisador no turismo (consumo da parcela da movimentação turística viabilizada pelo uso do avião) que a atividade desempenha. Para ver o relatório completo, acesse o portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn