ABEAR promove workshop sobre navegação aérea via satélite

Evento apoia avanço de procedimentos que facilitam o fluxo de aeronaves e contribuem para a pontualidade

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas promoveu recentemente um encontro de trabalho sobre procedimentos que permitem melhorar a eficiência da navegação aérea na fase de aproximação para pouso das aeronaves. Especificamente, o encontro debateu um conjunto de procedimentos modernos que são aplicados em áreas onde o tráfego de aeronaves tem maior densidade ou realizados em aeroportos cujo acesso sob condições meteorológicas desfavoráveis seja limitado por obstáculos topográficos. Trata-se do Desempenho de Navegação Exigido com Autorização Requerida (RNP-AR), que pode aprimorar o fluxo de voos nos aeroportos localizados em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. O processo de aprovação do procedimento no Brasil, um dos principais temas do evento, o “como fazer”, é de responsabilidade do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). Já o processo de aprovação operacional, de operadores e aeronaves, o “quem pode fazer”, é da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O Aeroporto Santos Dumont/RJ já conta com procedimentos RNP-AR aprovados, incluindo operadores habilitados, mas para apenas uma da pistas, a 20. Existe uma expectativa de que esses mesmos operadores estejam aprovados para a outra pista (2) antes do início dos Jogos Olímpicos. À medida que os operadores solicitam sua certificação RNP-AR e vão sendo aprovados pela ANAC, outros aeroportos, com procedimentos aprovados, incorporam essa nova operação de aproximação para pouso, com é o caso de Guarulhos, em São Paulo, e Viracopos, em Campinas. A ABEAR encaminhou ao DECEA as prioridades de procedimentos RNP-AR que melhor atenderiam, de acordo com estudos de suas associadas, a eficiência do fluxo do tráfego aéreo em aeroportos específicos: Guarulhos/SP, Confins/MG, Congonhas/SP, Afonso Pena/PR, Salgado Filho/RS, Recife/PE, Viracopos/SP, Galeão/RJ e Salvador/BA. A implantação do RNP-AR resultará em pousos mais eficientes, com redução de distâncias, menor consumo de combustível, redução de ruídos e menor número de atrasos e cancelamentos de voos. Mais informações no portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn