Adiada mais uma vez a entrega dos primeiros Boeing 777X

O fabricante norte-americano ainda trabalha na certificação do maior bimotor do mundo, o que deverá ocorrer só no ano que vem.

A Boeing conta com mais de 320 encomendas da aeronave, cujas primeiras unidades já estão prontas à espera da certificação e posterior entrega às companhias aéreas, inicialmente para Lufthansa (20 jatos 777-9) e Emirates (com 35 encomendas do 777-8 e 115 do 777-9), que foram as empresas de lançamento do modelo.

Questionado sobre o novo adiamento, Tim Cook, presidente da Emirates declarou: “Nosso primeiro Boeing 777X deveria ter sido entregue em junho último, mas ficou para 2021 e agora para 2022. Os programas de certificação do avião e dos motores ainda estão em andamento.

A 777X é a última série da família Boeing 777 de longo alcance e fuselagem larga. A aeronave utiliza os novos motores GE9X, novas asas com pontas dobráveis, maior largura de cabine e tecnologias do Boeing 787. O 777X foi lançado em 2013 em duas variantes: o 777-8 tem capacidade para 384 passageiros e alcance de 16.170 km, enquanto o 777-9, que voou pela primeira vez em 25 de janeiro de 2020, tem capacidade para 426 passageiros e alcance 13.500 km.

Foto:ge.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn