Aerolíneas Argentinas voa até a China para trazer insumos sanitários

Operação é realizada em jato Airbus A330-200 recondicionado especialmente para o transporte de cargas

A companhia aérea Aerolíneas Argentinas realiza um voo especial com destino a Xangai, na China, com o objetivo de trazer insumos médicos e materiais de uso preventivo para enfrentar o COVID-19. A operação é realizada em jato Airbus A330-200 recondicionado especialmente para o transporte de cargas, requerido pelo governo da província de Buenos Aires. Chegará ao país um total de 13 toneladas de insumos críticos compostos por material sanitário e de proteção para as tarefas de prevenção. Em uma operação sem precedentes, o voo partiu no dia 15 de abril realizando uma escala de abastecimento em Auckland antes de chegar ao destino. A operação durará um total de 55 horas aproximadamente e estão previstas seis horas de trabalho no Aeroporto de Xangai para o embarque dos materiais médicos. Sendo a primeira vez que a Aerolíneas Argentinas realiza um voo para o continente asiático e tendo em conta as distâncias a cobrir, bem como as características próprias da aeronave, foi necessária uma análise específica das rotas aéreas para determinar qual era o percurso mais eficiente. Finalmente, se decidiu que o avião fosse para o oeste cruzando o Oceano Pacifico, praticamente em uma linha reta sobre a Ilha da Páscoa e realizando uma escala técnica no Aeroporto de Auckland, para empreender daí o trajeto para o seu destino final em Xangai. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn