Aeroméxico deverá operar com Boeing 737 MAX a partir de 21 de dezembro, entre México City / Cancún e Cancún / Tijuana. Será a reintegração de quatro 737 MAX no mesmo dia.

Em novembro, a Adsministração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos autorizou Aeroméxico a voar com o 737 MAX em seu território, mas as autoridades mexicanas ainda não aprovaram a decisão da FAA.

Aeroméxico possui seis Boeing 737 MAX parados, mas pretende tê-los todos operando a partir de 27 de dezembro. Além dessas aeronaves a companhia mexicana conta com 5 Boeing 737-700, 30 Boeing 737-800, 9 Boeing 787-8 e 10 Boeing 787-9. 

Foto: Divulgação