Aeroporto de Brasília completa 60 anos

Inaugurado antes mesmo da capital, o terminal brasiliense reúne histórias e uma trajetória de constante mudança e crescimento

Há 60 anos, o aeroporto da Nova Capital era inaugurado com o primeiro voo comercial para Nova York, operado pela companhia aérea Pan Am. No mesmo ano, o arquiteto e urbanista Lúcio Costa ganhou o concurso em que definiu o formato da Nova Capital: um avião com asas e tudo. A sintonia da cidade com a aviação vem de berço e, por mais que os anos passem, os brasilienses fomentam este carinho. Hoje, o Aeroporto de Brasília é um dos mais movimentados terminais aéreos do país e o maior centro de conexão de voos do Brasil. Apenas em 1960, três anos depois da inauguração do aeroporto, Brasília foi inaugurada. Com o tempo, o terminal de madeira com pista de terra batida foi crescendo e se modernizando. Nos anos 80, um terraço panorâmico se tornou o point de brasilienses e turistas, que vinham ao Aeroporto de Brasília ver a movimentação de aeronaves e tirar fotos. Nos anos 90 os jovens se encontravam no terminal depois das festas para tomar café da manhã, já que era um dos únicos locais da cidade que ficava aberto na madrugada. Em 2011 o terminal aéreo brasiliense foi escolhido para participar da primeira rodada de leilões para concessão dos aeroportos. A Inframerica, experiente administradora de aeroportos, venceu o leilão. A administração teve início em dezembro de 2012, assim como as obras de reforma e ampliação. Foram 18 meses de obras ininterruptas em meio a operação normal do aeroporto. Em abril de 2014 um evento celebrou a abertura da nova e moderna infraestrutura. Hoje o terminal aéreo pode receber os passageiros com mais conforto e qualidade de serviços. Desde que a concessionária assumiu, o Aeroporto de Brasília alcançou marcos importantes. Hoje, o terminal aéreo tem a maior capacidade de pista do país, podendo receber até 60 voos por hora. É o único da América Latina a operar pistas paralelas simultâneas independentes, ou seja, só em Brasília aviões podem decolar e pousar ao mesmo tempo. A empresa criou também um novo conceito de Sala Vip, pensada para o passageiro de voo doméstico. O espaço já ganhou vários prêmios e hoje é reconhecido como a melhor da América Latina. Em 2016, uma pesquisa realizada pela OAG, consultoria especializada em aviação, analisou a pontualidade de voos dos aeroportos que recebem entre 10 e 20 milhões de passageiros por ano e classificou o Aeroporto de Brasília como o 4º mais pontual do mundo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn