Aeroporto

Número total de passageiros de aviação executiva e comercial registrou aumento de 92% no período

O Aeroporto Internacional de Cabo Frio investiu em melhorias para atender o aumento do número de voos e passageiros, além do volume de cargas importadas, durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Entre as mudanças realizadas destacam-se as parcerias estratégicas com empresas de táxi aéreo que oferecem transfer, por meio de helicópteros e carros executivos, de Cabo Frio até o Rio de Janeiro; além da agilidade do desembarque de passageiros e suas bagagens graças às equipes adicionais, que também atuam na segurança operacional e no estacionamento das aeronaves. O terminal também realizou todas as medidas de segurança necessárias como identificação e inspeção de passageiros e aeronaves, sob a supervisão dos Agentes do Departamento de Polícia Federal, que elogiaram o Plano de Segurança Operacional criado especialmente para o evento e a preocupação e dedicação em relação à segurança da aviação civil. Além das melhorias feitas, o Aeroporto de Cabo Frio oferece área alfandegada de 80.000 m², armazém geral com 19.257 m², área disponível para hangaragem coberta e a céu aberto, além de Posto de Abastecimento de Aeronaves com capacidade para 210.000 litros. A pista de pouso e decolagem é a segunda maior do estado e uma das mais seguras do país, com 2.550 metros e capacidade para receber aviões de grande porte. Em julho e agosto, em razão dos eventos esportivos, o aeroporto dobrou a quantidade média de pousos e decolagens e triplicou o volume de passageiros movimentados na aviação executiva, em comparação ao segundo trimestre de 2016. Já em relação ao número total de passageiros, de aviação executiva e comercial, o aumento foi de 92% no período.