Aeroporto de Curitiba está apto a receber cargas vivas

Teca é um dos três do país autorizado a processar esse tipo de carga

O terminal de logística de cargas do Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais/ Afonso Pena/PR está apto a receber cargas vivas. O complexo logístico agora conta com um setor de cargas vivas, de área total de 600 m², com cinco baias para o recebimento, sendo duas delas para animais de grande porte, com espaço de 26 m² cada uma e outras três para animais de pequeno e médio porte, com área de 21 m² cada. A infraestrutura da área conta ainda com ar-condicionado, termohigrômetro (aparelho que mede temperatura e umidade do ambiente), exaustores de ventilação, câmera de vigilância, tela de proteção, ramal telefônico e rede para a possível instalação de computadores. A autorização para o recebimento de cargas vivas no complexo logístico foi obtida em junho deste ano. Com isso, o Teca de Curitiba passa a ser um dos três terminais de carga aeroportuários no Brasil aptos para o armazenamento de cargas vivas. Os outros dois estão localizados nos aeroportos de Viracopos/SP e Galeão/RJ.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn