Aeroporto Tom Jobim adota tecnologia brasileira da Digicon visando os jogos olímpicos

Novo sistema identifica as pessoas por meio de sensores 3D eliminando fraudes

O Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, é o primeiro a operar um sistema pioneiro no mundo para o controle de acesso a passageiros. O d’Flow, configurado para operar como BCBP Gate (Bar Code Boarding Pass – Leitor de Código de Barras do Cartão de Embarque), está implantado em todos os acesso de embarque do terminal, incluindo o novo Píer Sul, com mais de 100 mil metros quadrados e 26 novas pontes de embarque. Esta nova tecnologia vai atender, principalmente, o grande volume de turistas que assistirão os Jogos Olímpicos Rio 2016. A previsão é que devam circular pelo Rio de Janeiro cerca de 1,5 milhão de pessoas, movimentando os terminais do aeroporto. Com um conceito inovador, o d’Flow possui um sistema que identifica as pessoas por meio de sensores 3D. O equipamento é capaz de rastrear mais de um usuário por vez de forma simultânea, praticamente eliminando fraudes e garantindo alta confiabilidade no acesso. A solução permite o uso de bloqueios mais largos (900 mm), propiciando mais conforto aos usuários e mais opções de uso para cadeirantes e outros portadores de necessidades especiais. O sistema também aceita a integração com as principais tecnologias de identificação tradicionais, incluindo código de barras, Cartões RFID e MIFARE, além de biometrias como as de reconhecimento facial.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn