Aeroportos do Rio de Janeiro se preparam para os Jogos Olímpicos

Concessionária responsável pelo Galeão investirá R$ 2 bilhões em reforma e ampliação até 2016

Para receber os 380 mil estrangeiros esperados para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos no próximo ano, além dos turistas brasileiros que se deslocarão até a cidade, os aeroportos do Rio de Janeiro receberão melhorias de infraestrutura e operação. O investimento no Galeão é de R$ 2 bilhões até os Jogos. O objetivo é que o aeroporto opere com capacidade de 37,5 milhões de passageiros por ano. Atualmente, são 17, 3 milhões. Até abril de 2016, deve ser construído um novo píer ligado ao terminal 2, com 26 novas pontes de embarque e 500 mil m2 dedicados ao estacionamento de aeronaves, com 47 novas posições. Ao fim dos trabalhos, o aeroporto terá 64 pontes de embarque e 97 posições de estacionamento de aviões. Além disso, serão acrescidos 68 balcões de check-in aos atuais 227. Outra mudança será no estacionamento: haverá quatro novos andares no edifício-garagem, com 2.700 vagas adicionais. Hoje, são 4.284. Todas estarão conectadas a um sistema de localização de vagas. Câmeras de segurança serão instaladas nos dois terminais e será criado um centro de comando e monitoramento. O Aeroporto Santos Dumont, com capacidade para 9,9 milhões de passageiros por ano, também passa por intervenções para a melhoria das operações e aumento do conforto. Cinco ações estão em curso, sob responsabilidade da Infraero, com investimentos de R$ 51,09 milhões. Mais informações no portal www.aviacaocivil.gov.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn