Air China vai gastar menos combustível com o FMS Wind Uplink

Ecomonia pode chegar a US$ 8 milhões/ano com o programa

A companhia aérea Air China anunciou que vai economizar cerca de US$ 8 milhões por ano em custos de combustível, utilizando um programa de atualização tecnológica da SITA, especialista em TI do transporte aéreo. Após testes nas rotas internacionais, a empresa via implantar o programa FMS Wind Uplink em todas as suas linhas. O Flight Management System faz os cálculos, enquanto a aeronave está a caminho do destino, permitindo que a tripulação ajuste a trajetória de voo, de acordo com a mudança das condições de vento e clima. Com essas características, a aeronave utiliza o mínimo de combustível para percorrer a rota. Foto: Benito Latorre

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn