Air France e KLM tornam obrigatório o uso de máscaras a bordo de seus voos

Medida será efetivada a partir do próximo dia 11 de maio

De acordo com as instruções nacionais e internacionais e em conformidade com as leis e regulamentos, as companhias áereas Air France e KLM solicitarão aos seus passageiros que usem máscara durante suas viagens a bordo e durante o embarque, a partir do próximo dia 11 de maio. A medida se aplica não somente aos voos saindo da França e da Holanda, mas também dos demais países para onde as empresas continuam operando. O Brasil segue com operações semanais para Paris e Amsterdã, partindo do Rio de Janeiro e São Paulo. Os viajantes serão notificados por todos os canais de comunicação antes da partida e serão solicitados a garantir que possuam uma ou mais máscaras para a viagem. Desde o início do surto, o grupo introduziu muitas medidas em torno de triagem e higiene para proteger passageiros e funcionários das companhias, a bordo e nos aeroportos. Em situações em que o distanciamento social não pode ser garantido, o uso de máscaras será recomendado ou tornado obrigatório. Na maioria dos voos, os fatores atuais de baixa ocupação possibilitam separar os viajantes conforme necessário. Além disso, a empresa reforçou procedimentos diários de limpeza de aeronaves, com a desinfecção de todas as superfícies em contato com passageiros, como apoios de braços, mesas e telas, introdução de um procedimento específico para as aeronaves de desinfecção periódica por pulverização de um produto virucida aprovado e adaptação do serviço de bordo para limitar a interação com membros da tripulação. Em voos domésticos e voos curtos na Europa, os serviços de refeições e bebidas foram suspensos. Em voos de longa distância, é limitado e a preferência é dada aos produtos embalados individualmente. Em vista da natureza mutável dos regulamentos e da legislação, até segunda ordem as máscaras faciais permanecerão obrigatórias até 31 de agosto de 2020 em voos da KLM.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn