Air India ainda não aposentará seus 747

A companhia aérea declarou que ao contrário de outras empresas, não pretende se desfazer dos seus Jumbo a curto prazo.

Relatos na mídia local sugeriam que a companhia aérea do país havia decidido retirar suas aeronaves Boeing 747 restantes. Este é um movimento que se tornou muito comum entre as companhias aéreas de todo o mundo no ano passado. Isso ocorre porque a pandemia de coronavírus em curso forçou os operadores de 747 a reconsiderar o lugar da aeronave icônica na indústria aérea moderna.

No entanto, a aérea esclareceu a sua posição, afirmando que não há um fim iminente à vista para as aeronaves, que têm uma idade média de mais de 25 anos.

Em 50 anos de história operacional, a Air India operou um total de 27 Boeing 747. Recebeu seu primeiro exemplar em 1971. No total, a empresa operou 14 747-200 até 2000, três 747-300 até 2008 e 10 747-400 desde 1993, dos quais restam quatro em operação.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn