Air New Zealand deixa de voar para a América do Sul

Outra linha que também não será retomada pela companhia será entre Los Angeles e Londres

A companhia aérea Air New Zealand anunciou uma revisão na rede de rotas internacionais em função dos impactos do COVID-19. Entre as mudanças, a empresa informou que a rota entre Auckland e Buenos Aires, atualmente suspensa, não será mais retomada. Além disso, os voos diretos entre Auckland e Nova York, que teriam início no dia 29 de outubro serão prorrogados para o fim de 2021. Outra linha que também não será retomada será entre Los Angeles e Londres. No ano passado, a operadora anunciou seu plano de encerrar essa rota em outubro de 2020, porém no mês passado já antecipou o fechamento de sua base de tripulantes em Londres. Atualmente, a Air New Zealand realiza voos internacionais de forma limitada até 30 de junho, mantendo as ligações aéreas para viagens essenciais e movimentação de cargas nas principais rotas comerciais. A capacidade total foi reduzida em 95% em comparação aos níveis anteriores da pandemia e a companhia informou que a demanda será revisada rota a rota antes que os serviços sejam retomados. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn