Air New Zealand manterá em solo frota de jatos 777 e adiará entregas do A321neo

Ação faz parte de medidas de corte de custos em toda a organização

A companhia aérea Air New Zealand anunciou que manterá em solo a sua frota de jatos Boeing 777-200ER e 777-300ER até o final deste ano como parte de medidas de corte de custos em toda a organização. A ação inclui ainda adiamento nas entregas planejadas do modelo Airbus A321neo, além do cancelamento de quase US$ 430 milhões das despesas de capital esperadas até dezembro de 2022. A transportadora possui na frota quinze jatos 777 e sete A321neos e outros sete agendados para entrega entre janeiro de 2022 e abril de 2024.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn