Airbus A320 da LATAM aborta decolagem em Congonhas

Apesar das restrições de slots que limitam Congonhas, no centro de São Paulo, a 30 movimentos por hora, continua a ser o segundo aeroporto mais movimentado do Brasil, atrás do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A aeronave, prefixo PR-TYA, fabricada há pouco mais de sete anos, deveria decolar às 13h00, no início da semana, devendo pousar no Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória (ES), 90 minutos mais tarde.

Enquanto começava a acelerar na pista 17L, a tripulação ouviu um ruído incomum proveniente do motor esquerdo da aeronave. Ao mesmo tempo, o ECAM (Monitor Eletrônico Centralizado de Aeronave) exibiu uma notificação dizendo “ENG 1 FAIL” (Falha no motor 1). Tendo alcançado uma velocidade de apenas 20 nós (pouco menos de 40 km/h), a tripulação conseguiu abortar a decolagem.

Desligando o motor defeituoso, a tripulação taxiou a aeronave de volta ao pátio na primeira saída disponível.

Minutos mais tarde, os 144 passageiros foram transferidos para outro A320-200, o PR-TYD e o voo foi completado com apenas 30 minutos de atraso.

Atualmente, na LATAM Brasil a frota de Airbus A320 está composta por 64 jatos do modelo -200 e seis A320neo.

O CENIPA (Centro de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos) considerou a falha do motor como um incidente sem investigação.

Foto: Divulgação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn