Airbus divulga estudo de mercado para a China nos próximos 20 anos

Fabricante prevê a necessidade de quase 6.000 novas aeronaves no período

A fabricante europeia Airbus divulgou novo estudo que aponta que a China vai necessitar de cerca de 6.000 novos aviões de passageiros e cargas durante os próximos 20 anos, em valor estimado de US$ 945 bilhões. O país representará 18% da demanda mundial total de mais de 33.000 novos aviões até 2035. De acordo com a previsão, novas entregas para a China incluirão 4.230 aeronaves de corredor único e 1.740 wide-body, já que o país se tornará líder de tráfego aéreo de passageiros, para os mercados doméstico e internacional devendo crescer bem acima da média mundial, em torno de 6,8% ao longo dos próximos 20 anos e será o ponto focal para cinco dos vinte melhores fluxos de tráfego em todo o mundo. Mais informações no portal www.airbus.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn