Airbus e Emirates anunciam novo acordo para a entrega de 70 aeronaves widebody

Como consequência da mudança no pedido a fabricante encerrará a produção do A380 em 2021

A fabricante europeia Airbus anunciou que após uma revisão das operações e em razão do desenvolvimento em tecnologias de aeronaves e motores, a companhia aérea Emirates está reduzindo o sua encomenda para o modelo A380 de 162 para 123 exemplares. A transportadora ainda receberá outros 14 aparelhos do tipo nos próximos dois anos e como consequência e dada a falta de novos pedidos em carteira com outras operadoras aéreas, a Airbus cessará a produção do jato em 2021. A Emirates também decidiu continuar aumentando a frota com as aeronaves de nova geração widebody firmando a aquisição de 40 unidades do A330-900 e 30 do A350-900 em negócio estimado em US$ 21,4 bilhões, com entregas no período entre 2021 e 2024. A fabricante iniciará discussões com seus parceiros nas próximas semanas sobre as 3.000 a 3.500 posições de trabalho potencialmente impactadas nos próximos três anos. No entanto, o aumento contínuo da produção do A320 e o novo pedido da Emirates oferecerão um número significativo de alternativas de mobilidade interna.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn