Airlink é a primeira companhia aérea da África do Sul a adquirir os E-Jets

Operadora encomendou três E170 e dois E190 da ECC Leasing

A maior companhia aérea regional independente da África do Sul está se unindo à família de operadores de E-Jets. A Airlink adquiriu cinco aeronaves, sendo três E170 e dois E190 da ECC Leasing, subsidiária integral da Embraer. A operadora começará a receber os aviões no primeiro semestre de 2017. A Airlink já opera uma grande frota de jatos ERJ e até o final deste ano, estará utilizando 30 aparelhos do tipo, incluindo as três versões ERJ 135, ERJ 140 e ERJ 145. A Embraer está presente no continente africano desde 1978, quando entrou em operação o primeiro turboélice Bandeirante. Atualmente, existem 127 aeronaves da fabricante brasileira em operação com 39 companhias aéreas em 19 países africanos, desempenhando um papel vital na conectividade da região.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn