American deverá reduzir força de trabalho em cerca de 40 mil pessoas

Incluindo licenças e saídas voluntárias, bem como demissões, a força de trabalho da empresa encolherá para cerca de 100 mil funcionários em outubro

A companhia aérea American Airlines afirmou que sua força de trabalho será reduzida em cerca de 40 mil pessoas, incluindo 19 mil demissões involuntárias em outubro, conforme a pandemia do COVID-19 continua a pesar sobre o setor aéreo, a menos que o governo estenda o auxílio para folha de pagamento de funcionários das transportadoras, que já receberam US$ 25 bilhões em fundos de estímulo do governo dos EUA em março para cobrir a folha e proteger os empregos até setembro. À medida que o dinheiro acaba sem uma recuperação à vista, as operadoras aéreas e os sindicatos pressionam o governo por mais US$ 25 bilhões, mas as negociações estão paralisadas. Incluindo licenças e saídas voluntárias, bem como demissões, a força de trabalho da American encolherá para cerca de 100 mil funcionários em outubro. Com base nos níveis atuais de demanda, a companhia planeja voar menos de 50% de seu cronograma normal no quarto trimestre, com voos internacionais reduzidos para apenas 25% dos níveis de 2019. Mais informações no endereço eletrônico https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN25L2GK-OBRBS .

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn