American redefine sua rede internacional até meados de 2021

Objetivo é melhorar a lucratividade a longo prazo e concentrar-se em mercados que criam conectividade para os passageiros

A companhia aérea American Airlines anunciou que ajustará sua programação internacional de longo curso para o inverno deste ano até o verão de 2021 no hemisfério norte. Em um esforço para atender à baixa demanda resultante do surto do COVID-19, a transportadora norte-americana vai realinhar sua malha com o objetivo de melhorar a lucratividade a longo prazo e concentrar-se em mercados que criam conectividade para os passageiros, além de alavancar parcerias como base do futuro crescimento internacional. Em resposta à desaceleração prolongada nas viagens de longo curso, a empresa espera que a capacidade internacional no verão do próximo ano caia 25% em relação a 2019 e quando começar a planejar o período, também descontinuará várias rotas que antes eram destinos de lazer populares, mas devem exibir demanda muito reduzida. Os cancelamentos incluem três rotas transatlânticas partindo dos aeroportos de Charlotte Douglas e Filadélfia e cinco linhas com baixo desempenho do Aeroporto de Los Angeles para destinos na Ásia e na América do Sul, concentrando-se na força doméstica do hub. Enquanto redefine sua rede internacional para crescimento futuro, o Aeroporto de Dallas/Fort Worth será o principal centro transpacífico da companhia, enquanto o Aeroporto de Miami continuará sendo o principal hub de voos para o Caribe e a América Latina. Depois que as restrições do governo aos voos transatlânticos diminuírem, a Filadélfia continuará sendo o principal centro de serviços da América para a Europa. No início deste ano, a American lançou sua aliança da Costa Oeste com a Alaska Airlines para expandir seu alcance e conectividade internacional para os viajantes. A empresa planejará um crescimento futuro com a força desse relacionamento, que inclui uma grande presença e um forte avanço em Seattle. Dessa forma, a operadora lançará o serviço para Bangalore e Londres no próximo ano. Mais informações no portal https://www.aa.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn