Argentina autoriza as operações do Boeing 737 MAX

 

A ANAC recertificou hoje o Boeing 737 MAX, permitindo que a Aerolíneas Argentinas volte a usar sua frota. Agora, os quatro países latino-americanos com frotas 737 MAX, já permitiram a retomada das operações com a aeronave.

Em 16 de março de 2019, o governo argentino proibiu as operações comerciais do Boeing 737 MAX no país. Das muitas companhias aéreas domésticas que a Argentina tinha naquela época, apenas a Aerolíneas Argentinas tinha uma frota de aeronaves MAX.

A Aerolíneas Argentinas possui quatro Boeing 737 MAX e um pedido de mais nove unidades, com previsão de recebimento nos próximos anos. Até o momento, a companhia aérea não anunciou quando retomará os voos com o MAX.

A frota do 737 MAX da Aerolíneas tem oito assentos na classe econômica premium e 162 assentos na econômica.

Foto: Boeing

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn