Aviação doméstica estaciona e vê fim do ciclo de crescimento

Foram realizadas 94,3 milhões de viagens domésticas, uma retração de 0,4% na movimentação de passageiros segundo a ABEAR

A demanda por voos domésticos no Brasil avançou 0,8% em 2015 em comparação com todo o ano de 2014. Evoluiu ligeiramente acima da oferta, que cresceu 0,7%. O fator de aproveitamento ficou praticamente inalterado (cresceu 0,06 ponto percentual), fechando o ano em 79,95%. Considerando a série histórica divulgada pela ANAC, esse foi o pior resultado anual para a demanda desde 2003 (quando houve retração de 6%). Ao todo, foram realizadas 94,3 milhões de viagens domésticas, uma retração de 0,4% na movimentação de passageiros. Os números são a compilação de 12 meses das estatísticas fornecidas pelas companhias aéreas integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). A demanda por voos internacionais nas companhias aéreas brasileiras fechou 2015 com expansão de demanda de 13,3%, pouco abaixo da oferta, que avançou 14,1%. O fator de aproveitamento caiu 0,6 ponto percentual, ficando em 81,86% no ano. O total de viagens chegou a 7,3milhões, aumento de 14,25%. Mais informações no portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn