Avianca Brasil mandou US$ 12 milhões para o exterior antes da Recuperação Judicial

De acordo com o blog “Capital” do jornal "O Globo", dias antes de entrar em Recuperação Judicial, Avianca Brasil enviou milhões de dólares para o exterior.

Poucos dias antes da entrar em Recuperação Judicial, milhões de dólares foram repassados ao exterior, afirma jornal, citando à Alvarez & Marsal, administradora judicial da empresa, e cuida da sua falência.

A companhia aérea dos irmãos Efromovich pediu Recuperação Judicial em 11 de dezembro de 2018, após após terem sido divulgadas informações sobre o não-pagamento do leasing de suas aeronaves, o que levaria à sua apreensão.

De acordo com a Alvarez & Marsal, US$12 milhões foram enviados para a Synergy Aerospace, parte do grupo Synergy de Germán e José Efromovich, baseado na Colômbia.

“Por se tratar de empresa do mesmo grupo, assim como ter sido realizado às vésperas do pedido de recuperação judicial, sem fundamento identificado pela Administradora Judicial até o presente momento e sem resposta da Falida ou da mutuaria à notificação enviada, entende-se presente, em tese, a possibilidade de caracterização da conduta prevista nos artigos 168 e 173 da Lei 11.101/05”, afirma a Alvarez & Marsal.

De 2018 até hoje, nenhum dos credores e funcionários da Avianca Brasil receberam o dinheiro devido. Os irmãos

Efromovich tiveram a prisão decretada em outro caso, mas cumprirão a pena em liberdade devido à idade avançada.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn