Avião da LATAM é alfandegado pela primeira vez no Aeroporto de São Carlos

Jato pousou e no mesmo dia já estava na linha de manutenção

A companhia aérea LATAM Brasil informa que a aeronave Airbus A319 com prefixo HC-CPZ pousou em São Carlos vindo do Equador e realizou todo o desembaraço aduaneiro no próprio aeroporto. O fato, inédito na região, marca a internacionalização e o alfandegamento da pista do Aeroporto de São Carlos e torna o Centro de Manutenção da LATAM mais competitivo mundialmente. Com a iniciativa, haverá uma redução dos custos operacionais adicionais exigidos com taxas aduaneiras, diárias, improdutividade dos aviões, combustível, pousos, decolagens e tripulação das aeronaves que saem de outros países para acessar os hangares de manutenção. Tais custos adicionais têm relação direta com as restrições legais que obrigavam as aeronaves provenientes do exterior a realizarem o desembaraço aduaneiro em aeroportos internacionais do Brasil, antes e depois do MRO, tais como no Rio de Janeiro/Galeão, São Paulo/Guarulhos ou São Paulo/Viracopos, por exemplo. Agora, com a internacionalização, as aeronaves irão direto para São Carlos, reduzindo de quatro para um dia o período de desembaraço aduaneiro total (entrada e saída do país). A economia poderá atingir até R$ 8 milhões por ano, a partir de 2020. Durante o ano passado, o MRO em São Carlos realizou 178 checks e revisou mais de 45 mil componentes, que demandaram 620 mil peças novas. Um cenário bastante diferente de 18 anos atrás, quando foram realizados apenas 28 checks durante o ano, em apenas um hangar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn