Azul Cargo cresce 36% em receita no primeiro trimestre de 2020

Divisão também registrou aumento de 13% em março em relação ao mesmo período do ano passado

A companhia aérea Azul anunciou que sua unidade de negócios de carga registrou um crescimento de 36% em termos de receita durante o primeiro trimestre de 2020 e um
aumento de 13% em março em relação ao mesmo período do ano passado. Esse desempenho segue o forte histórico de crescimento de receita da Azul Cargo Express de 41% e 61% ano a ano durante o primeiro trimestre de 2018 e 2019, respectivamente. A divisão disponibiliza uma vasta gama de opções para seus clientes durante esse período desafiador. Dois aviões Boeing 737-400F estão atendendo os mercados de carga de alta densidade no país. As aeronaves A320neo e Embraer estão transportando cargas críticas em seus porões, junto com os ATR 72-600QC, que já são usados como cargueiros com frequência. Além disso, a transportadora fez uma parceria com a TwoFlex para fornecer serviços do tipo nas partes mais remotas do Brasil por meio das aeronaves modelo Cessna 208C Grand Caravan. Os jatos de passageiros A330 já estão realizando voos transportando cargas entre os EUA e o Brasil e na próxima semana, a Azul planeja iniciar os serviços do tipo nas aeronaves de passageiros A320neo e Embraer, onde a carga passaria a ser transportada também na cabine. Foto: Alex Pelicer

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn