Azul negocia o adiamento das entregas de 59 aeronaves da Embraer

Companhia pretende agora receber os novos exemplares a partir de 2024

A companhia aérea Azul anunciou que está negociando um acordo com a fabricante brasileira Embraer, para o adiamento das entregas de 59 aeronaves E195-E2 previstas para entrarem na frota da operadora entre 2020 e 2023 para reescalonamento a partir de 2024. Esses aviões têm preço de tabela de R$ 24,5 bilhões. Em resposta aos impactos do COVID-19 no setor aéreo, a transportadora rapidamente adotou medidas para preservar o seu negócio. Com o novo ambiente de demanda, ajustou a sua malha reduzindo em 90% a sua capacidade no mês de abril comparado com 2019. A empresa também está reduzindo os custos e despesas com folha de pagamento em mais de 50% comparado com o mesmo período do ano passado e este acordo com a Embraer é componente importante do plano de recuperação, o que permite criar um caminho com liquidez para percorrer a crise. Foto: Bruno G. Orofino

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn