Azul receberá investimento de R$ 1,7 bilhão do Grupo HNA

Empresa chinesa passará a deter 23.7% do valor econômico da companhia brasileira

A companhia aérea Azul anunciou um importante movimento que a torna mais forte e competitiva no mercado da aviação. A empresa foi escolhida pelo conglomerado chinês HNA para receber seus primeiros investimentos na América Latina. Em um dos maiores aportes internacionais a uma empresa brasileira neste ano, o Grupo HNA assinou um compromisso firme de investir R$ 1,7 bilhão por 23.7% do valor econômico da Azul. Isso tornará a empresa chinesa a mais nova acionista da transportadora brasileira com direito a assento no conselho. Com essa transação, a Azul terá um dos mais fortes balanços da América Latina. Nos últimos 20 anos, o Grupo HNA passou de uma bem-sucedida e tradicional companhia aérea para um conglomerado global com expressiva atuação nos setores de aviação, indústria, financeiro, turismo e logística, com receita anual de US$ 25,6 bilhões e mais de 110 mil funcionários. A empresa tem expressiva atuação em financiamento de aeronaves e recentemente, investiu também na Swissport, uma das mais importantes empresas de handling do setor. Somente na aviação, o conglomerado conta com 14 companhias e soma uma frota de 528 aeronaves. Esse investimento trará importantes benefícios para a Azul em vários aspectos, tais como: fortalecimento do caixa; continuidade do plano de renovação de frota; melhoria de produtos e serviços para nossos Clientes; além de amortização de dívidas. Foto: Dhiego Henrique

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn