Boeing 777 com motores PW4000 parados em todo o mundo

 

Após o incidente do sábado (21/02) a Boeing, recomendou a parada de todos os 69 aviões em serviço e outros 59 em armazenamento “até que a FAA identifique o protocolo de inspeção apropriado”. Junto com os 24 aviões ainda em serviço com a United, outros 19 voam para a All Nippon Airways e 13 para a Japan Airlines. O restante voa para a Korean Air e Asiana, que disseram que também pousariam suas frotas.

Em uma declaração, o administrador da FAA Steve Dickson esclareceu o foco dos investigadores nas pás ocas do fan, exclusivas do PW4000s no 777. Essas pás foram examinadas no passado, após um incidente semelhante em 2018 envolvendo o mesmo modelo de avião operado pela United Airlines. Nesse caso, a inspeção inicial do National Transportation Safety Board encontrou uma lâmina fraturada na raiz, uma lâmina adjacente fraturada no meio do vão e uma parte de uma incrustada no anel de contenção. O restante das lâminas mostrou danos nas pontas e bordas de ataque.

Os investigadores do NTSB continuam analisando os destroços que choveram em uma área de um quilômetro e meio de um subúrbio de Denver no sábado como resultado da falha do motor. Nenhum dos 241 passageiros e membros da tripulação, nem ninguém no solo, sofreu ferimentos.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn