Boeing 787 da Virgin Atlantic atacado com raio laser

Um voo da Virgin teve que voltar ontem (15/03) à noite após um incidente com um feixe de laser. A aeronave estava operando o voo VS453 de London Heathrow para Tel Aviv, Israel, quando um laser atingiu a cabine. Por precaução, a tripulação voltou para Heathrow, pousando em segurança no aeroporto uma hora e meia depois.

O voo, que normalmente leva cerca de quatro horas para ser concluído, partiu de Heathrow conforme planejado às 21:30 GMT. No entanto, a cabine da aeronave foi atingida por um feixe de laser na decolagem, causando distração aos pilotos e perigo para o voo.

Por precaução, os pilotos decidiram voltar para Londres. O voo declarou um ‘pan-pan’ para o ATC e girou sobre Paris para retornar à sua origem.

“Gostaríamos de agradecer aos nossos clientes pela paciência e pedir desculpas por qualquer inconveniente causado. Todos os clientes receberam uma oferta de pernoite e estamos trabalhando muito para garantir que eles possam continuar suas viagens o mais rápido possível. Como é o procedimento padrão para um incidente de laser, notificamos rapidamente a polícia e permanecemos em contato próximo com ela e com a Autoridade de Aviação Civil (CAA), declarou um porta-voz da Virgin Atlantic”.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn