Boeing ajusta a linha de produção do modelo 747-8

Empresa vai reduzir de dois para 1,75 aviões produzidos por mês

A fabricante americana Boeing anunciou que irá ajustar a taxa de produção para o programa 747-8 a partir de dois aviões para 1,75 aviões por mês, devido a menor demanda do mercado por jatos de grande porte de passageiros e aviões cargueiros. A empresa vai continuar a monitorar as condições de mercado e seus efeitos sobre as taxas de produção. A companhia espera um crescimento médio de longo prazo no mercado de carga aérea para retomar o crescimento em 2014 e prevê uma demanda de 790 aviões de grande porte a serem entregues em todo o mundo ao longo dos próximos 20 anos. Até o momento, existem 110 pedidos para versões de passageiros e de carga do 747-8, dos quais 46 foram entregues. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn