Boeing amplia rede de treinamento de pilotos

Estudo feito pela fabricante projeta uma necessidade de 617.000 novos aviadores nos próximos 20 anos

A fabricante norte-americana Boeing anunciou o lançamento oficial da sua rede global para apoiar o seu Programa Piloto de Desenvolvimento. As escolas de voo Avion Training, parte do Grupo Avion nos Países Baixos, International Airline Training Academy (IATA) em Napa, na California e SAA International (SAA), uma subsidiária da Velocity Education, em San Diego, passaram por processo de revisão rigoroso antes de receber a aceitação final para fazer parte da rede do Programa de Desenvolvimento Piloto da Boeing. Para serem consideradas para a rede de treinamento, as escolas devem provar uma boa cultura de segurança, ter uma boa reputação na indústria e ter treinamento aéreo e de tripulação. A Boeing fornecerá verificações de rotina para garantir que os cadetes estejam recebendo o alto nível de treinamento da empresa. O estudo feito pela fabricante projeta uma necessidade de 617.000 novos pilotos nos próximos 20 anos. Isso equivale a uma necessidade de quase 31.000 novos pilotos de companhias comerciais e mais de 33.000 novos técnicos de manutenção a nível mundial a cada ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn