Boeing divulga estudo de demanda para o Oriente Médio

Fabricante prevê que a região vai necessitar de 3.180 novos aviões nos próximos 20 anos

A fabricante norte-americana Boeing prevê que as companhias aéreas do Oriente Médio irão necessitar de 3.180 novos aviões nos próximos 20 anos, no valor estimado de US$ 730 bilhões. Cerca de 70% da demanda deve ser impulsionada por expansão da frota na região. De acordo com o estudo divulgado pela fabricante, aviões de fuselagem estreita irão comandar a maior parte das novas entregas, com as transportadoras da região necessitando de cerca de 1.410 aviões. Estes aparelhos continuarão a estimular o crescimento de empresas de baixo custo e substituir aviões mais antigos e menos eficientes. Aeronaves de corredor duplo serão responsáveis por um pouco menos de metade das novas entregas durante o período dos próximos 20 anos. Mais informações no portal www.boeing.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn