Boeing divulga estudo de mercado para a Rússia e região da CEI

Fabricante estima demanda para 1.170 novos aviões nos próximos 20 anos no valor de US$ 140 bilhões

A fabricante norte-americana Boeing anunciou que prevê uma demanda do mercado para 1.170 novos aviões na Rússia e região da CEI ao longo dos próximos 20 anos, no valor de US$ 140 bilhões. A empresa divulgou os números como parte de seu relatório anual. O tráfego internacional deve crescer a uma taxa anual de 4,8% e os operadores russos e companhias aéreas da CEI necessitarão de 810 aeronaves de corredor único e 170 aviões de fuselagem larga para atender o aumento da demanda. Cerca de 47% das entregas serão utilizados para substituir os aviões mais antigos e menos eficientes, principalmente da frota russa. A Boeing também estima a procura por cerca de 190 jatos regionais na região pelos próximos 20 anos. O relatório completo pode ser encontrado no endereço www.boeing.com/cmo .

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn