Boeing foca ritmo de entregas recorde para aeronaves em 2015

Programas de desenvolvimento de novos modelos também são prioridade

A fabricante norte-americana Boeing anunciou durante o Paris Air Show a estratégia da empresa para o segundo semestre, cujo alvo inclui entregar um número recorde de aeronaves comerciais pelo segundo ano consecutivo, além de focar no progresso dos três programas ainda em desenvolvimento do 737 MAX, 777X e 787-10. De acordo com a empresa, nos últimos cinco anos, a produção de aeronaves aumentou em mais de 60% com a adoção de novos sistemas mais ágeis, sendo possível chegar ao final do ano com uma previsão total de entregas entre 750 e 755 aeronaves, um novo recorde. A Boeing também anunciou que o novo 737 MAX deixará a linha de montagem no final deste ano e fará seu primeiro voo no início de 2016. O 777X deve chegar à configuração final este ano e entrar em montagem em 2018, para entrega a partir de 2020. Por outro lado, a taxa de produção do 787 aumentará para 12 aeronaves por mês em 2016 e para 14 aeronaves mensais até o fim da década. A primeira entrega do 787-10 está programada para 2018.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn