Boeing nomeia novos líderes e lança negócio de serviços integrados

Mudanças apoiam a estratégia para fortalecer e desenvolver a empresa e posicioná-la de modo estratégico na indústria global

A fabricante norte-americana Boeing anunciou mudanças em cargos de liderança e o lançamento de uma nova unidade de negócios. O presidente e CEO da companhia Dennis Muilenburg nomeou Kevin G. McAllister presidente e CEO da Boeing Aviação Comercial, sucedendo neste cargo o vice-presidente da empresa, Ray Conner. Paralelamente, Muilenburg nomeou Stanley A. Deal como presidente e CEO da Boeing Serviços Globais, uma nova unidade de negócios formada a partir dos grupos de atendimento ao cliente da Boeing Aviação Comercial e Boeing Defesa, Espaço e Segurança. McAllister se junta a Boeing vindo da GE Aviation, braço de aviação do conglomerado General Electric, enquanto Deal é um executivo veterano da Boeing. Ray Conner continuará a atuar como vice-presidente da Boeing até 2017. O executivo trabalhará em estreita colaboração com McAllister nos próximos meses, com a finalidade de fazer a transição das relações entre clientes, fornecedores, comunidade e governo, e assegurar a continuidade do apoio às operações e aos clientes. A Boeing Serviços Globais reunirá capacidades essenciais atualmente em Serviços para Aviação Comercial e no grupo de Serviços Globais & Suporte da Boeing Defesa, Espaço e Segurança. Embora alguns apoios de frota de clientes de defesa e comerciais permaneçam dentro das duas unidades de negócio existentes, a nova unidade oferecerá um amplo portfólio de serviços avançados e incorporará as capacidades de várias subsidiárias da Boeing, incluindo Aviall e Jeppesen. A divisão está programada para começar a operar como a terceira maior unidade de negócios da empresa até o terceiro trimestre de 2017, com um pequeno grupo central sediado em Dallas, onde a Aviall tem atualmente presença considerável. Embora os detalhes específicos do negócio e as demais atribuições de liderança ainda estejam por ser anunciados, a grande maioria do trabalho realizado pela Boeing Serviços Globais deverá permanecer em localidades existentes. Mais informações no portal www.boeing.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn